Vidros Especiais

Os avanços da tecnologia permitiram o desenvolvimento de vidros com as mais diversas funções tornando-os grandes aliados do conforto ambiental, seja ele térmico ou acústico, e de eficiência energética nas construções.

Refletivos

Os vidros refletivos e de proteção solar possuem com uma camada metalizada que ajuda na proteção contra os raios UV e diminui a entrada de calor para o interior do ambiente, garantindo temperatura agradável sem afetar a luminosidade, além de redução no consumo de ar condicionado.

Insulados

Também chamados de vidros duplos, aliam o conforto térmico e acústico. A câmara de ar entre os vidros dificulta a passagem de calor e de ruído, pois atua como uma barreira às ondas sonoras e calor transmitidos de um ambiente a outro. Dentro da câmara podem ser incluídas micro persianas.

Polarizados

O vidro polarizado é um vidro transparente que, ao toque de um botão, torna-se branco translúcido, impedindo a visibilidade de um ambiente a outro, garantindo privacidade. Este vidro é composto de um filme de cristal líquido com polímeros dispersos entre dois vidros laminados.

Autolimpante

Os vidros com tecnologia autolimpante possuem um revestimento transparente que atua como um repelente de sujeira, aproveitando a força dos raios ultravioleta do sol e da água da chuva para dispersar as partículas de sujeira e resíduos acumulados na superfície exterior.

Fotos

Alta Qualidade

O padrão de qualidade a Atenua Som está acima das normas de mercado. Pois queremos atender o que o consumidor precisa e não apenas o que a norma exige.

Certificado

Para desenvolver e aperfeiçoar os seus produtos, a Atenua Som possui em sua fábrica um laboratório de ensaios acústicos de esquadrias.

O laboratório segue a ISO 140-4: 1998, fornecendo resultados comparáveis aos de laboratórios credenciados pela ISO 140-3: 1995. Também atende a demanda de empresas interessadas em testarem e adequarem seus produtos à NBR 15.575 da ABNT.

Os ruídos não nos afetam apenas em relação ao stress e ao incômodo que eles nos causam. Eles também são grandes responsáveis por problemas de saúde, depressão, estresse, e até mesmo obesidade.

Estudos mostram que a poluição sonora está relacionada com o aumento de peso corporal. Isso porque quanto mais expostos a ruídos, maior nossa liberação de hormônios do estresse, como o cortisol, que aumenta os níveis de açúcar no sangue e é associado à obesidade e ao acúmulo de gordura corporal.

Um sono interrompido constantemente por conta de ruídos vindos da rua, da televisão ou até mesmo de outras pessoas também é responsável por um maior nível de irritação e problemas psicológicos, já que precisamos de uma boa noite de sono, preferencialmente em silêncio, para recuperar a energia gasta no decorrer do dia.

Até mesmo os bebês, ainda dentro da barriga da mãe, sofrem com os ruídos. Pesquisas constataram que a exposição à poluição sonora no período da gravidez pode causar sérias disfunções auditivas em bebês, além de tendência a obesidade quando adultos.

Dê o play e ouça o barulho comum nas grandes cidades.

O que nossos clientes falam

Queríamos dar uma ‘nota dez’ para os instaladores, muito gentis, educados, supereficientes! A janela é incrível, uma redução do barulho inacreditável!

Não aguentávamos mais o barulho do clube em frente, e principalmente porque eu estava com um bebê recém-nascido. A janela antirruído colocada no quarto das crianças me aliviou 100%, foi melhor do que eu esperava. Foi a solução para o nosso problema.

Depoimento em vídeo

Laboratório Acústico

A ProAcústica realiza o Programa InterLab para as medições de campo necessárias à comprovação dos requisitos de isolamento acústico da ABNT NBR 15575:2013 Edificações habitacionais – Desempenho.

Com isso atribui o selo QualiLab somente às empresas que possuem exatidão nos métodos de ensaio, garantindo resultados confiáveis em suas medições acústicas. A Atenua Som é a única fábrica de esquadrias a possuir essa certificação.

FAQ – Perguntas Frequentes

Não, pois o vidro não é o único ponto por onde o ruído passa por uma janela. Os perfis que formam a estrutura da janela também são um ponto de passagem de ruído, além das frestas que costumam haver nas janelas convencionais, por onde o som “escapa”. Uma janela antirruído funciona em conjunto: sendo o perfil, o vidro e a vedação todos de igual importância para se obter o resultado acústico.

Diferentes de um vidro comum, os vidros refletivos e de proteção solar recebem camadas metalizadas em seu processo de fabricação que barram até 80% do calor no ambiente e quase 100% dos raios UV. Com isso, reduzem o consumo de ar-condicionado e luz artificial, responsáveis por boa parte dos gastos de energia de um prédio comercial. Tal eficiência energética conquistou o mercado sustentável no país, fazendo com que esse tipo de material seja exigido para a pontuação de obras que buscam a certificação com selos verdes, como Leed (Green Building Council Brasil) e Aqua.

Fonte: Abividro

É o conjunto de dois vidros separados por uma camada de ar ou gás, conferindo redução na propagação de som, na entrada de calor e uma infinidade de combinações decorativas. Largamente utilizado na construção civil dos países europeus, o vidro duplo está presente no nosso dia a dia, como por exemplo, na porta dos freezers e refrigeradores (com a função de isolação térmica). O vidro duplo é indicado para se ter o melhor desempenho em relação às trocas de calor entre os ambientes ou ainda para oferecer conforto acústico. Quando combinado com os vidros de proteção solar para reduzir a entrada de calor e controlar a luz, tem o seu desempenho potencializado.

Fonte: Abividro

O vidro polarizado tem a capacidade de se transformar de opaco a transparente – e vice e versa – em questão de segundos e sem nenhum esforço, com um toque de um botão.

Este vidro é composto de um filme de cristal líquido com polímeros dispersos entre dois vidros laminados. Quando não está submetido à tensão elétrica, as moléculas do filme de cristal líquido ficam desalinhadas, tornando o vidro nebuloso, assegurando a privacidade do ambiente. Quando uma voltagem é aplicada, as moléculas se organizam em uma direção específica, tornando o vidro incolor.

É um vidro que recebe nanocamadas de óxidos metálicos em sua superfície, que o tornam capazes de captar os raios UV e utilizá-los para quebrar a sujeira em pequenas partículas, deixando as mesmas pouco perceptíveis a olho nu. Quando chove, a água lava esse vidro, mantendo-o limpo por mais tempo e reduzindo os gastos e o esforço do proprietário.

Esse processo possui um caráter sustentável extremamente forte, pois, além de reduzir o consumo de água, haja vista que sua limpeza é menos frequente, e de utilizar a própria água da chuva para isso, ele reduz o consumo de detergentes que, em muitos casos, afetam o ecossistema.

O vidro autolimpante é visualmente idêntico aos vidros normais e garante uma visão nítida em todas as situações, mesmo em dias de chuva. A camada autolimpante é integrada ao próprio vidro e, por isso, tem um alto nível de durabilidade, não se desgastando ao longo do tempo. Deve ser aplicado sempre na parte externa das edificações.

Fonte: Abividro

O vidro laminado garante um bloqueio dos raios UV de 99,7% com o PVB (Poli Vinil Butiral), segundo os fabricantes desses materiais. Pode ser utilizado sozinho ou na composição do vidro insulado, nos vidros triplos, por exemplo.

O vidro antirreflexo é muito usado em vitrines de lojas, estádios e em obras de artes, é chamado de “invisível”. Ele recebe camadas de óxidos metálicos durante o processo de produção que têm a função de inibir os reflexos. Com máxima nitidez, é possível vislumbrar e valorizar o que está do outro lado do vidro sem a interferência de imagens refletidas.

É um vidro extremamente transparente, ou seja, sem o tom esverdeado comum nos vidros incolores. Isso ocorre porque em sua composição há uma concentração menos de óxido de ferro.

Fonte: Abividro

É um vidro produzido em processo off-line e que apresenta baixa emissividade, ou seja, não permite a troca de calor entre o ambiente interno e externo. Quando utilizado como vidro duplo, isola termicamente até 5 vezes mais do que um vidro transparente monolítico. Possui aparência de um vidro float incolor, reduzindo a entrada de calor ou frio.

Fonte: Abividro

O vidro impresso, também chamado de vidro texturizado, é um vidro que tem uma das suas faces impressa por um cilindro. Essa face impressa deixa o vidro mais translúcido e com um desenho.

O objetivo é fechar um vão, mas com privacidade devido à translucidez do vidro.

Todos os processos de beneficiamento do vidro são aplicados ao vidro impresso – têmpera, laminação, curvamento, lapidação, corte, furo, etc.

Fonte: Abividro

O vidro Aramado é considerado um vidro de segurança ABNT NBR NM 295:2004.
O aramado é um impresso translúcido que possui uma rede metálica de malha quadriculada incorporada à massa do vidro. No processo de fabricação o vidro passa entre os cilindros metálicos e vai para a estenderia (conjunto de rolos), o arame (malha de aço) é colocado dentro da massa vítrea. Em seguida, é resfriado gradativamente.

O corte da chapa de vidro deve ser realizado manualmente e o destaque da mesma forma que no vidro convencional, exceto que esse destaque é um pouco mais difícil e requer algumas movimentações para que a malha de aço se rompa.

Fonte: Abividro

É produzido para minimizar riscos em caso de acidentes e quebra acidental. Os vidros de segurança são definidos pela ABNT como sendo “aqueles que, quando fraturados, produzem fragmentos menos suscetíveis de causar ferimentos graves”. Podem ser: temperado e laminado.

Fonte: Abividro

Solicite um Orçamento

Precisa de ajuda?