Por que o barulho pode estar destruindo a sua criatividade

-
A influência de ruídos sobre os nossos níveis de criatividade tem sido um tema popular no universo corporativo, especialmente porque a maioria dos locais de trabalho adotaram como padrão os escritórios de plano aberto.

Muitos afirmavam que o fluxo frequente de perturbação nos escritórios poderia prejudicar a produtividade dos funcionários, mas pesquisadores acreditam que um ambiente completamente silencioso é igualmente prejudicial para a nossa criatividade.

Na verdade, o nível ideal de barulho no ambiente de trabalho é semelhante ao burburinho padrão que encontramos, por exemplo, em um cafeteria.

O estudo focou na nossa capacidade (ou falta de) para bloquear a enorme quantidade de informações sensoriais competindo com a concentração de tarefas manuais diárias. Esta diferença pode ter uma relação fisiológica entre a incapacidade de filtrar barulhos do ambiente sem afetar as habilidades criativas.

O estudo sugere que algumas das melhores mentes criativas, de Darwin a Kafka, tinham problemas com locais barulhentos e optavam por trabalhar em um ambiente de silêncio total.

A Neurologia da Atenção

É uma teoria que tem sido apoiada por alguns dos pensadores mais criativos ao longo da história. O autor Franz Kafka, por exemplo, optou para extrema solidão quando produzia seus romances; Darwin e Chekhov também tinham a necessidade de ambientes tranquilos para produzir.

Fica a dúvida de como nossas capacidades de filtragem sensoriais são fixas ou se é algo mais flexível.

O que o afeta mais no seu local de trabalho, o barulho ou silêncio?
Envie seu comentário e compartilhe entre amigos!

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.