Preserve sua saúde auditiva

 

A intensidade de tudo o que ouvimos pode ser medida em decibéis (dB). Um som indesejado é o que chamamos de ruído. Uma conversa comum pode alcançar cerca de 65 decibéis. Após um determinado tempo de exposição, níveis de ruídos intensos ameaçam a saúde auditiva.

A poluição sonora não é um simples incômodo: pode acarretar sérios problemas. Para manter sua saúde auditiva em dia, siga essas orientações:

– Se você gosta de ouvir música durante todo o dia, cuidado aos níveis recomendados de exposição. Aparelhos de MP3 e MP4 podem atingir mais de 100 decibéis, sendo que o indicado é que o volume máximo seja de 85 dB.

– Sempre que puder, dê um descanso aos seus ouvidos. Por exemplo: no horário de almoço, evite permanecer por muito tempo em locais de muito ruído. Busque praças ou parques próximos e relaxe.

– No trânsito, procure sempre dirigir com os vidros fechados. Buzinas de outros automóveis, sirenes e motores de veículos maiores podem ultrapassar os 120 decibéis.

– Se você mora em locais próximos a bares, casas noturnas, faculdades ou avenidas movimentadas, vale investir em conforto e adquirir janelas com proteção acústica, como as que a Atenua Som oferece.

Clique aqui e adquira a sua! 

Conheça o novo aplicativo da Atenua Som: Sonômetro

ATENUASOM_LO2_POSTBLOG

Com o intuito de ajudar na compreensão de quem pouco entende sobre os níveis de decibels que ecoam pelo espaço, desenvolvemos um aplicativo para medir os ruídos dos ambientes!

Nosso Sonômetro capta os sons pelo microfone do aparelho celular, exibindo na tela os valores em decibels, e dispõe de comparações com outros sons de mesma intensidade, para que o usuário tenha uma referência do nível de ruído captado. Por exemplo, muitas pessoas não sabem se 50dB é um valor alto ou baixo, no aplicativo aparece que 50dB é equivalente ao som de uma chuva moderada ou a um escritório silencioso.

Há uma breve instrução de como medir ruídos em ambientes internos e externos, para garantir que o usuário meça o som sem interferências do ambiente. Por exemplo, é necessário se afastar da fonte de ruído e de paredes e móveis próximos, pois estes podem causar a reflexão do som, alterando o nível de ruído captado.

Apesar de todas as funcionalidades incríveis, é preciso se atentar que o app é apenas um simulador de medições, pois depende diretamente da fidelidade que a captação do microfone será capaz de absorver. Se o aparelho for muito simples, provavelmente seu microfone não será tão fiel como um aparelho mais sofisticado. Além disso, é comum os aparelhos celulares serem configurados para captação da voz humana, portanto sons acima de 90dB podem não ser detectados.

O consumidor pode descobrir se o nível de ruído no local é o permitido pela lei, conferindo na tabela disponível no aplicativo os valores considerados aceitáveis pela norma vigente no Brasil, a “NBR 10.151 – Avaliação do ruído em áreas habitadas, visando o conforto da comunidade”, da ABNT. Dessa forma é possível saber se o ruído captado está dentro do limite permitido para aquele local.

O aplicativo está disponível para Android e iOS. Estão ainda previstas mais novidades, como atualizações do gráfico que exibirá a linha do tempo de captação de ruído e a calibração do microfone.

Baixe gratuitamente no seu celular e comece a usar!

iOS: http://apple.co/2u6luhA

Android: http://bit.ly/2vR9YZy

ATENUA_L01_MONTAGEM

Jovens, os fones de ouvidos e a perda de audição.

atenua-som-jovens-fone-ouvido-audicao-ruido

Ele está nas ruas, nos ônibus, nos escritórios e até em nossas casas. Os fones de ouvido estão presentes na nossa rotina – e principalmente dos jovens, que simplesmente não os desgrudam da orelha. Mas o uso impróprio e desregulado pode causar perda de audição ainda entre os 30 e 40 anos.

 

A professora de otorrinolaringologia da USP, Tanit Ganz Sanchez, coordenou um estudo, com apoio da Fapesp, com 170 adolescentes entre 11 a 17 anos e constatou que, caso a exposição ao ruído continue, eles poderão apresentar perda de audição antes de seus pais ou avós.

 

MAS COMO ALGO TÃO PEQUENO PODE PREJUDICAR NOSSA AUDIÇÃO?

 

Os fones emitem os sons direto em nosso canal auditivo, sem nenhum tipo de barreira que proteja nossos ouvidos, diferente dos sons propagados em um ambiente, que sofrem interferência dos materiais ao redor como paredes, móveis, pessoas, diminuindo a pressão sonora que chega até nosso tímpano.

O que também prejudica nossa audição é uma combinação entre o volume e o tempo de exposição ao som. Como esclarece o otorrinolaringologista Ricardo Testa, do Hospital Paulista,  “A intensidade máxima que não prejudica é de 85 decibéis. Se estiver nessa altura, o limite de tempo é de oito horas por dia”.

Pode parecer muito, mas os nossos smartphones alcançam entre 75 dB a 136 dB. Além disso, o tempo limite cai pela metade a cada 5 dB, ou seja, aumentar o som para 100 dB deixaria você com apenas uma hora de música. E com certeza você tem aquele amigo ou amiga que não tira o fone para nada.

O problema é que a perda auditiva é lenta: as pessoas levam em média 7 anos para detectá-la e iniciar o tratamento.

Até os modelos podem influenciar. Aquele com o plug intra-auricular entra no tubo auditivo e prejudica mais. Já os de concha são melhores porque isolam barulhos externos, o que impede exageros no volume.

 atenua-som-fones-ruido

 CALMA, NÃO É PRECISO JOGAR O SEU FIEL COMPANHEIRO NO LIXO

Para evitar chegar a isso, fique alerta para os sintomas iniciais, que são zumbidos, sensação de ouvido tapado e dificuldade em entender o que as pessoas falam em ambientes ruidosos. Se tiver alguns desses sinais, a recomendação é procurar um médico e fazer exame de audiometria ao menos uma vez ao ano.

 

Veja também algumas dicas para manter sua saúde auditiva em dia:

 

Atenção ao volume! – Se a escala for de 0 a 10, tente manter no 5;

Seus ouvidos também merecem descanso – Faça repousos sonoros, preferencialmente de 1 a 2 horas por dia;

Esquerdo, Direito, Esquerdo, Direito – Se você tem mania de usar apenas em um lado, alterne de vez em quando;

 

Escute seu ouvido – Alguns sinais de superestimulação ao tirar o fone: sensação de dor, abafamento ou zumbido.

Escolha seu modelo sabiamente – Dê preferência aos que fones que ficam por fora da orelha. Como citado antes, eles prejudicam menos.

 

Se você se interessou, confira também 6 coisas do dia a dia que podem comprometer sua audição!

Saiba tudo sobre isolamento acústico de esquadrias

No dia 9 de junho, a Atenua Som vai realizar mais um curso vinculado à Universidade do Som: “Acústica de Esquadrias na Prática”. Voltado para profissionais de empresas de esquadrias e fornecedores de soluções acústicas, o evento também é ótima fonte de informação a engenheiros, profissionais da construção, técnicos em edificações e outras atividades correlatas a projetos acústicos.

Aprenda os conceitos de acústica na prática e como aplicá-los no projeto, confecção e instalação de esquadrias. Entenda como é calculado o Rw, o que as normas pedem a respeito e o que é necessário levar em conta na hora de se especificar a esquadria em um projeto. As inscrições já estão abertas e, até o dia 26 de maio, com valor promocional. Clique aqui para saber mais.

Os instrutores Edison Claro de Moraes (Presidente Executivo da Pro-Acústica, Vice-Presidente de Comunicação e Eventos da AFEAL, Diretor da Universidade do Som e da Atenua Som, Economista com especialização em Administração de Materiais pela FGV e pós-graduado em Acústica pela Poli-USP) e Aparecido Bonifacio (Gerente Industrial na Atenua Som e Coordenador da Diretor da Universidade do Som, formado em Engenharia Mecânica pela FEI com pós em Administração pela FGV,  pós-graduado pela POLI-USP) tratarão de assuntos como erros e acertos no tratamento acústico, mediante apresentação de cases, entre outros.

Entre em contato com conteúdos que você não encontra em nenhum outro lugar!

Curso: Acústica de Esquadrias na Prática

Data: 9 de junho, das 8h às 18h30

Local: Universidade do Som: Rua dos Pescadores, 75 – Cambuci, São Paulo (SP)

Informações e inscrições: (11) 2117-2999 (falar com Nadeia)

cursos@atenuasom.com.br

www.atenuasom.com/universidadedosom

Cresça profissionalmente com os Minicursos SOBRAC 2017

encontro-sobrac-17

O XXVII Encontro da Sociedade Brasileira de Acústica (SOBRAC) será realizado dos dias 28 a 31 de maio de 2017, em Brasília. O tema abordado será “O som no espaço urbano”.

A expansão das metrópoles e a busca por um desenvolvimento sustentável, no sentido de qualidade de vida na cidade, é um tema extremamente relevante. O evento é um dos maiores do setor no Brasil e contará com diversos expositores, palestras, mesas redondas e minicursos para profissionais da construção civil.

O primeiro dia, domingo (28/05/2017), contará exclusivamente com a realização dos minicursos. Serão seis no total, cada um com carga horária de 4h. A feira será inaugurada ao fim dos mesmos, para possibilitar a visita dos profissionais, pesquisadores, docentes e estudantes que participaram das atividades ao longo do dia.

Confira a programação dos minicursos:

ATENUA-SOM_LO2_TABELA

Planeje-se para esse grande evento!

image4

Local:

Centro de Eventos e Treinamento (CET) da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Comércio – CNTC.

AV W5 – SGAS, 902, Bloco C–Asa Sul -Brasília/DF – CEP 70390-020

Faça sua inscrição e saiba mais: Clique Aqui (http://sobrac2017.com.br/index.php/course-category/minicursos/)

Web Seminário: Inovações em Janelas Acústicas

Imagem1A Atenua Som patrocina o webinar Inovações em Janelas Acústicas, onde Edison Claro de Moraes, o Presidente executivo da Proacústica, diretor da Atenua Som e Universidade do Som, será entrevistado por Pablo Serrano, idealizador do Portal Acústica.

Afinal, qual será o assunto desse webinar?

Pois bem, ele será divido em três tópicos:

  • Janelas acústicas

Características das janelas acústicas e o impacto de novas tecnologias no Brasil.

  • O mercado brasileiro

O status tecnológico Brasileiro em termos de atendimento das normas da ABNT relacionadas à edificações residenciais e como se situa o setor de janelas acústicas em específico. Como superar o excesso de ruído nas grandes cidades do país.

  • Desafios do setor

Os principais desafios do setor de acústica para enfrentar a crise. Como inovar nos negócios e no desenvolvimento de produtos acústicos? A qualidade técnica dos profissionais brasileiros frente outras potências mundiais na área de acústica e o que as empresas esperam dos novos profissionais.

Confira o vídeo:

Esses dois especialistas vão mostrar todo o seu talento e experiência sobre o mercado de arquitetura e engenharia acústica no Brasil. Tudo isso no dia 16.05, terça-feira. Esse é apenas um dos webinars que serão promovidos pelo Portal Acústica. Você pode obter mais informações acessando: http://portalacustica.info/webinar-inovacoes-janelas-acusticas/.

Fique atento e aproveite essa chance!

Inscreva-se agora em: https://goo.gl/qUHlRh

Pequenas práticas diárias tornam a vida mais feliz! Confira algumas dicas

atenuasom-vida-feliz

Uma vizinhança barulhenta que não te deixa dormir, uma tempestade que atrasa seus planos, um chefe de mau humor, uma gripe bem no final de semana e outras coisas que não estão sob seu controle tendem a deixá-lo estressado e tomar decisões erradas. O universo arremessa essas coisas em cima de você e sua única opção é decidir como reagir. Existem posturas e atitudes que podemos tomar, controladas inteiramente por nós, que ajudam a ter uma vida positiva.

Marcel Schawanters, fundador da consultoria Leadership From The Core, (especializada em coaching para lideres de mercado) ressalta que “o modo como [você] responde ao ambiente em que está inserido e as pessoas que estão ao seu redor” podem nos ajudar a tomar decisões melhores e, assim, viver melhor.
Saiba o que você pode fazer para deixar seu dia mais alegre e positivo:

1. O SILÊNCIO ENSINA MUITO

Segundo Andréa Bomfim Perdigão, fonoaudióloga, terapeuta corporal e autora do livro Sobre o Silêncio, “doses homeopáticas de silêncio já ajudam a desacelerar. Com o tempo, é só esticar gradualmente esses períodos”.
Sabemos que o silêncio absoluto não existe, mas algumas atividades podem ajudar a encontrar um silêncio interior, uma paz.
• Faça yoga: As aulas são praticadas com a turma em silêncio, o que fomenta o autoconhecimento.
• Dê um mergulho: Entre na água e nade. Você escutará apenas o som da sua respiração, dos seus braços e das suas pernas.
• Corra: Depois que você foca na atividade, sua atenção estará apenas nos passos e na sua respiração.
• Escute música: Não importa o estilo, apenas ouça. Mas ouça de verdade; cada nota, a melodia, a letra, os instrumentos. Só tente não cantar junto!

2. O QUE PASSOU, PASSOU

Pode parecer difícil, mas “ficar remoendo o que já deu errado te ajudará a optar pela escolha errada”, diz Schwantes. Todos temos dias ruins. Mas, em vez de se lamentar, é preciso aprender com erros, tirar as lições certas do ocorrido e deixá-lo no passado. Assim você consegue seguir em frente com mais sabedoria.

3. PESSOAS POSITIVAS, ATITUDES POSITIVAS

Na busca por uma vida mais positiva, é preciso nos cercar das pessoas certas. São pessoas que não se deixam levar pela negatividade e não ficam só reclamando. Em vez disso, procuram saídas para os seus problemas e melhorias no ambiente de trabalho.
Outra dica do empreendedor é: evite fofoqueiros. Delimite Coloque certos limites, como recusar convites para almoços com pessoas que só sabem fofocar.

4. A PAZ COMEÇA POR VOCÊ

Escolher viver em paz com as próprias escolhas permite que você consiga planejar e seguir em frente, mesmo quando dizem que é uma loucura. Também evita distrações e possibilita que você foque no que busca de verdade. Não se compare com os outros e seja grato por tudo que ocorrer no seu dia.

5. PRATIQUE A FELICIDADE

Um estudo coordenado pelo pesquisador Wataru Sato, da Universidade de Quioto, no Japão, comprovou que pessoas que escolhem ter comportamentos positivos ativam uma área do cérebro chamada precuneus. Como resultado em longo prazo, atitudes como, por exemplo, a meditação e o perdão impulsionam a intensidade das emoções positivas e de satisfação.
Essas pequenas mudanças de hábitos conferem maior controle sobre o seu próprio bem-estar.

6. REFLITA ANTES DE REAGIR AOS EVENTOS NEGATIVOS

Temos o costume de responder às situações adversas logo após acontecerem. O que pode resultar em decisões precipitadas, nos deixar na defensiva ou com medo. Mas assim que você aceita que coisas ruins acontecerão ao longo da sua vida, você pode manter a calma e ter mais confiança para ter a resposta correta. Isso se chama autocontrole. É uma habilidade dos grandes líderes.

Fontes:

http://epocanegocios.globo.com/Vida/noticia/2017/03/5-habitos-diarios-para-ser-mais-feliz.html

http://saude.ig.com.br/bemestar/saudealternativa/valorize-o-silencio/n1237858903018.html

 

Portal Acústica e Atenua Som: parceria de conteúdo em acústica

A Atenua Som acaba de fechar uma parceria com o Portal Acústica, que tem como objetivo trazer informações relevantes sobre produtos, serviços, profissionais e novas tecnologias no mercado de acústica. Trata-se de um espaço colaborativo, com o foco em gerar e propagar ideias e soluções acústicas de qualidade.
Serão gerados e disponibilizados apostilas, vídeos, artigos e estudos de caso de fácil entendimento.

No portal http://portalacustica.info/ já é possível fazer o download gratuito de e-books sobre acústica e, a partir de abril, serão iniciados webinares gratuitos com especialistas em acústica, nos quais será possível interagir com perguntas sobre o tema escolhido.

O primeiro webinar será no dia 11 de abril e terá como tema a Arquitetura como Forma de Expressão Sonora. Será no formato talk show, com a participação da Arq. Débora Barretto, especialista em acústica nas construções e mestre em engenharia ambiental urbana na área de poluição sonora; e o MEng. Pablo Serrano, especialista em aeroacústica computacional e experimental e acústica de edificações.

O webinar abordará os assuntos:
• Acústica arquitetônica:
Quais as possibilidades para projetos nessa área?
• Principais tendências:
O que o mercado pode esperar para os próximos anos? Mudanças em normas e muito mais.
• Atualização constante:
De que forma estudantes e recém-formados podem se manter atualizados com as inovações do mercado? A universidade forma profissionais adaptados à essa nova realidade?

Faça sua inscrição em http://bit.ly/2mgCgXm e participe gratuitamente! É a sua oportunidade de dialogar e tirar dúvidas com profissionais referência em acústica!

Fique de olho também nos próximos webinares e acompanhe as novidades do portal. Vem muita coisa boa por aí!

Perturbação por meio de som alto pode resultar em prisão

 

No Carnaval, é bastante comum nos depararmos com carros equipados com caixas de som, ruídos vindos dos famosos bloquinhos e também de casas com som alto.

Muitos acreditam que o que resta é suportar esse período de festas, sem poder fazer nada contra o barulho. Porém, o som alto é caracterizado como crime ambiental, devido à poluição sonora, e pode até resultar na prisão de quem for pego perturbando a paz pública. Isso é garantido por lei, no artigo 42 da Lei das Contravenções Penais.

A poluição sonora acontece quando o som utilizado é capaz de afetar a condição normal de audição, causando, consequentemente, danos ao nosso corpo e até mesmo em nossa qualidade de vida.

Sendo assim, é permitido realizar denúncias de barulho por meio do número 190. A demanda será encaminhada para o Batalhão Ambiental, que irá analisar o caso e, caso necessário, enviar sua equipe até o local para constatar a poluição sonora.

Depois disso, será determinado se o responsável pelo barulho responderá de forma administrativa ou se será encaminhado à delegacia de polícia para responder de maneira penal, já que, como citado anteriormente, trata-se de um crime ambiental.

Apenas neste Carnaval, a polícia recebeu 859 chamados de ocorrências de barulho em João Pessoa. Participar das festividades é permitido, sim. Porém, o sossego de todos também merece ser respeitado.