Posts

Turismo: Isolamento sonoro em hotéis recebem selo para quartos silenciosos

-

Para agradar a diversidade de turistas na Europa, o setor hoteleiro está implantando um novo selo que indica a qualidade acústica dos quartos de hotéis.

A poluição sonora em hotéis é uma das principais queixas de turistas, enquanto outra parcela de hóspedes procuram por estabelecimentos com serviços diferenciados e movimentados – com bares, lounge com trilha sonora noturnas e salas de jogos.

Pesquisadores de mercado informam que ruídos comuns em hotéis – batida de portas, barulho nos corredores e aparelhos eletrônicos de outros quartos – incomodam muita gente, mas um estabelecimento silencioso demais ou vazio demais pode afastar as pessoas.

Mesmo com a opção do hóspede em solicitar um ambiente mais tranquilo, distante do barulho de ruas movimentadas e outros serviços do estabelecimento, a criação de um selo para “quarto silencioso” já recebe bons resultados.

Enquanto empresas estão tentando tornar as coisas mais transparentes ao testar quartos de hotéis e os serviços de isolamento sonoro, a dica de turistas é buscar indicações em sites e redes sociais especialistas no segmento ou realizar uma busca com as palavras “quiet hotel room in (nome da cidade)”.

Veneza vai proibir malas com rodas para diminuir poluição sonora e proteger ruas históricas

-
A histórica cidade italiana de Veneza está querendo proibir o uso de malas com rodas de borracha porque as autoridades afirmam que as bagagens de turistas estão contribuindo para a poluição sonora e estão mantendo os moradores acordados.

A nova regra pode entrar em vigor a partir de maio de 2015 e o viajante despreparado pode receber multa de € 500.

O conselho da cidade de Veneza informou em comunicado: “As regras respondem às necessidades dos muitos moradores que se queixaram às autoridades nos últimos anos de grave desconforto em suas casas ligadas à circulação de mercadorias em paletes e turistas no horário da noite e no início da manhã. Também encontramos inúmeros sinais preocupantes de deterioração e desgaste de pedras de pavimentação e pontes anteriormente ilesos por centenas de anos.”