Posts

5 dicas para minimizar o impacto dos fogos para seus animais de estimação

 

As festas de fim de ano estão chegando e, com elas, os famosos fogos de artifício. O que pode ser lindo de se ver e até mesmo esperado por muitos, é o desespero dos animais de estimação.

Isso porque a audição sensível deles faz com que o barulho, que já é alto, se torne ainda mais impactante para os animais. Se estiverem sozinhos em casa, o problema pode se tornar maior.

Sendo assim, é importante ter cautela com os bichinhos principalmente nessas datas. Confira algumas dicas importantes a seguir:

– GARANTA O CONFORTO NA SUA AUSÊNCIA: se você estiver fora de casa, deixe seus pets confortáveis. Permita que eles fiquem próximos de ambientes que tenham o seu cheiro para que eles se sintam mais seguros. Criar abrigos como cabaninhas dentro de casa ajudam a dar sensação de segurança;

– DEIXE-O SOLTOS E SEPARADOS: Não os deixe amarrados e/ou com coleiras presas em algum lugar. O desespero com o barulho dos fogos pode fazer com que eles se debatam e se machuquem seriamente. Além disso, no caso de muitos cães, o ideal é separá-los já que o barulho pode excitá-los e causar brigas perigosas;

– ABAFE A ENTRADA DE RUÍDO: fechar portas e janelas com colchões e cobertores pesados, colocar algodão nos ouvidos dos cães e gatos, e ligar o rádio ou TV em volume mais alto são ações que ajudam a diminuir a sensação de barulho que assusta os bichanos;

– EVITE FUGAS: Mantenha-os em um ambiente em que não haja riscos de fuga para a rua, por exemplo. No fim de ano os casos de desaparecimento de cães e gatos são muito maiores justamente pelo fato de eles entrarem em pânico com os ruídos e fugirem;

– IDENTIFIQUE-OS: Mesmo que sejam feitas todas essas atitudes de prevenção, lembre-se de deixar seu pet com uma correntinha de identificação, com nome, telefone e nome do dono, para que em caso de fuga, quem encontrá-lo possa entrar em contato.

E se você e planeja soltar fogos nas festas de fim de ano, lembre-se o quanto esse tipo de ruído pode afetar o entorno. Opte pelos modelos mais silenciosos. Os minutos de beleza dos fogos não valem o pânico e desespero dos animais.

Dicas simples para proteger seu animal de estimação do barulho

São iniciadas as comemorações para chegada do novo ano com os tradicionais shows pirotécnicos de fogos de artifício. Porém o que para nós é uma diversão pode ser um verdadeiro tormento para os animais.

A audição dos pets é bem mais aguçada e em casos graves eles podem fugir de casa ou até mesmo ter um ataque do coração. Para quem possui pássaros, existem casos nos quais os donos os encontram mortos dentro da gaiola no dia seguinte, já que as aves são muito sensíveis.

Muitos animais ficam perdidos, são atropelados ou se machucam em grades ao tentar fugir do local. Outros animais são feridos quando abocanham o rojão achando que é algum objeto para brincar.

Dicas para evitar a agonia dos bichanos nessa época do ano:

– CABANINHAS E ESCONDERIJOS: Para quem tem gato ou cachorro dentro de casa, fazer uma cabaninha ou abrigo no qual eles possam se esconder é uma boa alternativa. Gatos gostam de se esconder em armários e abaixo da cama, garanta que tenham acesso a esses locais e deixe um cobertor ou edredom nas “toquinhas”.

– DEIXE-OS SOLTOS EM LOCAL FECHADO: Cães e gatos devem ficar sem coleiras para evitar que se enforquem e em ambientes livres de grades para evitar acidentes. Fechar portas e outros acessos para evitar que fujam com medo do barulho também é altamente recomendado. Fechá-los num ambiente seguro evita que se escondam em lugares como embaixo da máquina de lavar e geladeira e evita a correria em ambiente grande.

– DISTRAÇÃO: outra dica é deixar a televisão ligada para ter um som que vai distrair o animal do barulho de fogos.

– DIMINUIR A INTENSIDADE DO BARULHO: para evitar que o som chegue em grande intensidade, pode-se tentar abafar a sua entrada, colocando cobertores pesados ou colchões nas janelas e nas portas. É indicado cobrir a gaiola dos pássaros, tanto pelo ruído quanto pela luz dos fogos.

– SEPARE OS CÃES: muitos cães juntos podem brigar excitados pelo barulho, deixá-los em quartos separados evitará confrontos perigosos.

– FLORAIS: o produto pode ser encontrado em farmácias de manipulação ou lojas de homeopatia. Além de ser uma alternativa natural, não tem gosto e não tem efeito colateral nos animais, funcionando como uma espécie de calmante.

Deve-se ficar atento às características dos bichos – é preciso prever a reação de cada um. Estar por perto, transmitir a sensação de que tudo está sob controle é a melhor opção para acalmá-los.